Início

‘Labuta’ é o substantivo feminino que se refere a trabalho árduo, ou com muito empenho.

O trabalho do sexo, é definitivamente um trabalho árduo e que requer empenho, talento, organização, dedicação e um instinto fenomenal.

Sendo o trabalho do sexo, trabalho, é angustiante e revoltante que trabalhadoras/es do sexo estejam ainda hoje em luta com entidades institucionais e governamentais, para serem reconhecidas/os como cidadãos ativas/os e merecedores de direitos humanos e direitos laborais. O trabalho do sexo, a transação de sexo por dinheiro é uma das mais antigas profissões, a par com a agricultura, contudo continua a ser criminalizado e estigmatizado.

A descriminalização do trabalho do sexo, é o que trabalhadoras/es do sexo no mundo inteiro têm vindo a exigir. Exigimos ser reconhecidas/os como uma forte e influente força laboral, exigimos ter direitos de trabalhador, direito a saúde pública, e direitos humanos.

Pretendemos ser uma organização com participação ativa social e queremos elevar as vozes de um dos mais marginalizados corpos na nossa sociedade.

A Labuta foi criada e será sempre liderada por trabalhadoras/es do sexo.

O trabalho do sexo, é trabalho! É labuta!

search previous next tag category expand menu location phone mail time cart zoom edit close